quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Clarice Lispector


foto Paula Barros - praça Maciel Pinheiro - Recife
Claro que não vou me comparar a Clarice Lispector. Mas acho ótimo quando escrevo e imagino que ninguém vai entender. Assim como não entendo muito do que ela escreve. Como diz minha filha, ela é viajada. Também não estou criticando, quem sou eu para tal.
Quando escrevo, sei porque escrevi, de quem falei, de qual sentimento. Dizem que é metáfora. Outros possam pensar que dei uma viajada. Na minha subjetividade cada um ler e interpreta como quiser, transfere sentimentos, e diz o que vier a cabeça no momento da leitura.
Assim vou seguindo.....

2 comentários:

JAZZ-MIM disse...

eu também...

Grrace Olsson disse...

Paulinha, isso acontece mutias vezes quando eu escrevo um post e quero dizer uma coisa e as pessoas entendem OUTRA TOTALMENTE DIFERENTE.
Muitas vezes, eu misturei realidade e pontos de vista...kkk
Beijos e acredite que toda mulher tem um pouco de Clarice. E mutias vezes, nao se precisa viajar tanto
Parbéns, menina