domingo, 29 de janeiro de 2012



O dia acordando
Se espreguiçando lá no céu
Entre as nuvens
Sussuros de uma noite


Recife, 17.01.12

sábado, 28 de janeiro de 2012

Dia lindo!



Depois de dois finais de semana de chuva
O sol volta a brilhar
E o céu a ficar azul-azul
O dia está lindo


Bom demais!!! Praia de Boa Viagem 28.01.12

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012






A vida é um sopro, diz a voz de um dos meus anjos. Ele passa por mim e não vejo. Ele passa por mim e não me abraça. Ele segue embalado no sopro dos dias, não vejo o seu sorriso, nem posso olhá-lo nos olhos. Sinto o sopro bom dos pensamentos dele me tocando.



quinta-feira, 19 de janeiro de 2012






Pensei que escrever ajudava a exorcizar sentimentos.

Ainda sinto fantasmas do passado acorrentando meus pensamentos.

Beatriz, Ana, Luiza....

 série: Emoção com título
Esta série foi criada a partir dos nomes de músicas



São tantos títulos de música com nomes de mulheres. O teu nome, mesmo masculino, daria uma bela música. Mas isto não importa. Gosto de ouvir os cantos dos dedilhados das suas palavras nas cordas da minha alma. Elas sim, cantam bonito. Tem melodia. Foi ouvindo suas palavras cantarem que minha vida foi entrando num ritmo bom. Dança eu, dança a vida. Fico compondo músicas quando olho para o céu azul, quando escuto os bem-te-vis cantarem, quando caminho junto ao mar. Teu nome, digo pausadamente, para ouvir a músicalidade de cada sílaba.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Quando não há palavras

 s
érie: Emoção com título



Não existem mais palavras para explicar o que sinto por você. Me repito. Tentei compor músicas, desafinei. Atropelei você com palavras. Matei o futuro. Você não quer me ouvir. E desta forma as palavras deixam de ter sentido. Quando não há mais palavras, quando não há o silêncio do pensamento, quando não há entendimento....ainda resta a esperança do tempo passar.

Esta série segue paralela com o outro blog
 
 
 
 
Esta série foi criada a partir dos nomes de músicas.Não sei colocar títulos no que escrevo.
(Títulos retirados do youtube, se tiverem errados podem me avisar

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O azul do céu



série: Emoção com títuloEsta série foi criada a partir dos nomes de músicas.Não sei colocar títulos no que escrevo
(Títulos retirados do youtube, se tiverem errados podem me avisar)



O azul do céu do lugar onde moras é belíssimo. O céu é amplo. O olhar se perde. Eu te procurava naquela cidade, mas nunca iria te achar,  não sabia como você é. A única referência que tinha era o braço que você usa o relógio. Achei uns quatro homens usando relógio no mesmo braço que você usa. Quatro já era muito para me confundir. Pensei que só acharia um: você. O olhar não te achava. Um passou sorrindo. Quase perguntei o nome dele, mas tive medo de ser você, e você achar que eu estava lhe perseguindo. Estava apenas lhe procurando. Fiquei sentada no banco acompanhando com o olhar aquele rapaz. Faz tempo, não lembro mais o rosto dele. Lembro do andar. Talvez fosse você. Estive em outro momento próximo onde você estava, fui parar naquele lugar por acaso. Não sabia que você estava lá, só no outro dia li uma reportagem no jornal, e você estava lá. O azul do céu me encantou. Poderia estar falando assim do teu sorriso, do teu olhar, mas naquele momento só o azul do céu me acompanhava em todos os lugares.


 
Esta série segue paralela com o outro blog
 

domingo, 15 de janeiro de 2012

Você me vira a cabeça

série: Emoção com título
Esta série foi criada a partir dos nomes de músicas.Não sei colocar títulos no que escrevo.
(Títulos retirados do youtube, se tiverem errados podem me avisar) 

Você me vira a cabeça
Coloca a minha emoção de cabeça para baixo
Perco a razão, perco os passos
Entro em total descompasso


Insensatez

Esta admiração
Que manda em mim, que me desapruma
Que me tira do chão
E me joga nas nuvens
Esta é a insensatez da minha razão de ser






Esta série segue paralela com o outro blog

Disfarça e vem

 série: Emoção com título
Esta série foi criada a partir dos nomes de músicas.Não sei colocar títulos no que escrevo.
(Títulos retirados do youtube, se tiverem errados podem me avisar)




Disfarça a tua razão e vem passar uns dias aqui comigo
Veste a tua emoção, a mais bela, a de olhar gente
E vem passear comigo

Aqui tem mar, que você gosta
Tem uma areia de praia branquinha para caminhar
Aqui tem gente. Tem até eu. Disfarça o receio de mim. E vem.

Disfarça e vem
Tem vinho do porto, tem varanda
Tem uma vontade dentro do meu peito
Querendo conversar.

Disfarça e vem.



sábado, 14 de janeiro de 2012

As rosas não falam

série: Emoção com título
Esta série foi criada a partir dos nomes de músicas.
 (Retirados do youtube se tiverem errados podem me avisar)


As rosas não falam comigo
E você também não





"De tristezas também me faço vivo. A saudade me dá outros pontos de vista, ela me faz ver."


Tem pensamentos que dizem o que gostaríamos de dizer.







Desatraca os pensamentos
Preciso navegar

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Na ilha....




Tem momentos que gostaríamos de estar em outro lugar
Gostaria de estar onde você está
Na ilha

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012






A incógnita, a procura, o silêncio, a imaginação...
O não dito, o não ouvido, o não entendido, a criação...
O fio da navalha cortando o pensamento, a carne sangrando desejos, a poesia em ebulição...






sexta-feira, 6 de janeiro de 2012





"......janela virada pró mar!... Privilégio!...
Não meu que não aprecio a imensidão dessas águas salgadas!...

Fazem-me lembrar lágrimas sem fim em olhos do tamanho do infinito!"




Um comentário-poesia.
Que transporto para este blog.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012


Para conhecer pessoas é preciso atravessar pontes.

E são muitas.....


domingo, 1 de janeiro de 2012

No Natal comprei pirulitos coloridos e levei para a casa da minha mãe. Na passagem do ano, minha irmã comprou pirulitos coloridos e trouxe para o meu apartamento. Descobri no dia 31.12.2011 que não eram pirulitos coloridos, eram pedaços de arco-íris....leiam o texto de Élcio, logo abaixo, se deliciem e sonhem.





Texto de Élcio - blog Verseiro (clique aqui e confira a magia do blog dele)

Sonhos de Ano Novo
(Na verdade...um sonho para todos os dias)

Primeiro transformaria todas as nuvens em algodão doce
Cortaria os arco-íris em forma de pirulito e distribuiria para todas as crianças carentes no mundo
Trocaria o céu pelo mar e convidaria todas para que fossemos nadar ao lado das estrelas
Aí se resolvêssemos pescar neste mar de estrelas, ao invés de peixes apanharíamos em nossas redes, luas, planetas e meteoros incandescentes
Sendo assim, a chuva seria um tanto salgada, é verdade...
Em compensação, nas tempestades, ao invés de granizos, choveriam cardumes de peixes e todos iriam se alimentar
Seria o milagre dos peixes materializando-se novamente
Depois guardaria as folhas soltas do outono e delas tiraria o verde para dar àqueles que perderam a esperança
Pegaria o sol, colocaria embaixo do braço e levaria para os que conhecem apenas a noite, o frio e a falta do calor humano
Bateria os braços e voaria como as gaivotas para poder visitar hospitais, orfanatos e asilos levando meu carinho
Teria sempre no bolso uma porta mágica, para que eu pudesse entrar no coração dos que tem tristeza e assim deixar um pedacinho do meu amor fraterno
Plantaria um pé de feijão que me levasse aos céus e de lá pularia para poder abraçar o vento e trazer dele a boa nova a todos que necessitassem
Então quando eu acordasse deste sonho, leria nas manchetes do jornal: Extra! Extra!
Acabou a fome no mundo e não existem mais pessoas tristes e carentes na face da terra...
Milagre! Milagre...milagre...
Ah...se eu pudesse transformar os sonhos em realidade
Ser alimento e não somente brisa...
Ser mais coração e menos razão
Ah...que bom seria se eu pudesse ser um super-herói
E não apenas um ser humano...
Ah...se eu pudesse...