sexta-feira, 4 de junho de 2010

Descobrindo detalhes....





3 comentários:

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...

Vejam,
De lonje, pareço fragil
Mas, aproxime-se,
Veja-me de perto,
Mas nao me toque logo,
Observe com fico maior,
Aproxime-se mais,
Cresci aos seus olhos, não?
Porem, não me toque ainda,
Conheça-me melhor,
Veja meu desenho, talvez meu perfume,
Minha cor e claridade, minha transparencia,
Aí, se tiverem amor,
Toca-me devagar, com carinho
E, talvez, eu nao te repulse
Aceite até,
Mas com cuidados

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Le Vautour disse...

Paula, você é pura poesia, seja por fotos, por prosa ou pela poesia mesma.
Abração de duas asas!