quinta-feira, 22 de julho de 2010


Ontem saí do trabalho apressada. Não, não tinha nada para fazer só cansaço e a vontade de ir embora. No pátio a lua me deteve, peguei a máquina e fiz algumas fotos, da lua, de uma flor. O vigilante esperava com o portão aberto. Os dois chefes vieram para o pátio. Um perguntava o que eu fazia, e começou a olhar a lua. O outro brincou, tem uma pessoa que saiu tão apressada que deixou o computador ligado. Sorrimos, fotografei a lua e alguém desligou o computador.

8 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

A beleza e a estética literária deram as mãos e nasceu esta linda obra-prima!
Um abraço para o Recife daqui de Junqueira a terra mais portuguesa de Portugal!

Celina disse...

não poderia de deixar em brancO, vi tantas flores e por cima a amiga fotografando a lua, que resolví dar uma parada,e observar tudo, eu tambem sou observadoura, não tanto como a amiga que viu até o jarro das flores, que aparecia só uma pontinha rsrs. um abraço amiga, celina.

Eurico disse...

A beleza que trazes internalizada, está tomando forma em tuas fotos. Pura arte.
Parabéns1

Daniela disse...

ahh oi =D
brigada pela visita! adorei
gostei das fotos.. dps que inventaram o celular com camera, pra mim, ficou mais fácil registrar alguns momentos na correria do meu dia.. eheh
enfim, bom fds!
=D
um beijo.

Lídia Borges disse...

Há instantes que não esperam. Se tem ficado a desligar o computador, já a luz não seria a mesma, nem a cor nem a inspiração.

Belíssimas imagens!

Um beijo

Elcio Tuiribepi disse...

Na segunda foto a folha parece uma mão estendida apresentando a Lua pra gente...
Um abraço na alma...
p
Percepção...sensibilidade...
beijo

Eurico disse...

Ops, oha lá o Élcio fazendo uma sensível apreensão lírica...rs

Essas fotos são instigantes...
Merecem poemetos.
Aliás, já são pura poesia.

Abraço.

BRANCAMAR disse...

Gostei da sua prioridade, o que me mostra o que já pensava de si. Estabelecer na vida a prioridade , sempre que possível, do que é importante para a alma, para nós e para os outros. Afinal o computador acabou por ser desligado e até fez rir as pessoas. Adorei, as imagens e o gesto.
Beijinhos
Branca