domingo, 15 de agosto de 2010



Os guarda-chuvas estão espalhados
Colorindo os dias
Nada de chuva
Dia instável
Já nublou
Agora sol e céu azul

A sombrinha de frevo está ali
Esperando o passista
E os clarins tocarem
Ainda não é carnaval

O que será dos guarda-chuvas
Quando o verão chegar?
Que ele fique para proteger do sol
E será um guarda-sol
Colorindo os dias ensolarados



(Olinda, domingo - 15.08.10)

9 comentários:

Osvaldo disse...

Paula;

(...)sombrinhas coloridas...., Frevo... Olinda, que maravilha!.

Paula, uma perguntinha;
A Igreja da foto é a Igrja Colonial ou a de Nossa Senhora da Conceição?.

bjs,
Osvaldo

prafrente disse...

lindíssimo colorido das sombrinhas...aqui em Portugal faz tanto calor que nem as sombrinhas nos salvam...

Beijinho de Portugal

manuela baptista disse...

Obrigada Paula

pelo seu gostar da minha escrita!

e dos guardas-chuvas?

soltemo-los
para que voem!

um abraço

Manuela

Eurico disse...

Saudade.
Abraço.
Cheiros...

sonho disse...

Com ou sem chuva...o importante é colorir a vida...
Beijo d'anjo

tossan disse...

Você é que pensa que não tem a elegância de bradar palavras você é mais do que imagina a sua filosofia. Você é chic! A prova disso está nesta postagem colorida e linda! Não mude jamais. Beijo

Braulio Pereira disse...

que lindo
adoro as suas palavras a sua poesia as cores sâo bela sinfonia


beijo!!

Insana disse...

Paula que lindo texto o seu parabens.

bjs
Insana

A.S. disse...

Paula,

Essas sombrinhas, emprestam um lindo colorido a essa linda praça!


BjO´ss
AL