quarta-feira, 29 de junho de 2011



...saindo da estrada principal
entrando por um atalho
encontro o sol ainda sorrindo...





17 comentários:

MM - Lisboa disse...

No meio de árvores queimadas.. a vida ressurge.. renasce das cinzas, qual fénix - connosco pode sempre acontecer o mesmo!

mfc disse...

Gosto de ir ao teu lado nestas passeatas!

BRANCAMAR disse...

Que lindo Paulinha!
Tua alma sempre se reflecte nas tuas fotos.

És capaz de fazer sorrir o sol em todos os cantinhos do mundo, :))!

Esta flôr, esta árvore, estes verdes, as montanhas, um espectáculo que sempre descobres na natureza por onde passas.

Beijos para ti.
Branca

olhar disse...

sempre existirá o SOL enquanto nossos OLHOS quiserem LUZ!

um beijo!

Bia

Paulo disse...

Sempre buscamos clridade!
Um beijo grande

Tatiana Moreira disse...

Eis o alento para as nossas caminhadas nessa vida...
A certeza de que em alguma curva ou atalho, algo bom e surpreendente poderá nos acontecer!

Um abraço carinhoso

Memória de Elefante disse...

uma flor no meio da estrada
só uma flor rompendo o terreno íngreme da estrada...

Um abraço!

Folhetim Cultural disse...

Olá se recorda de mim? É o Magno Oliveira do Blog Folhetim Cultural, há muito tempo não lhe visito e eu também a ti, como anda seu blog? O Folhetim Cultural a cada dia crescendo. Agora temos espaço para contos, poesias, crônicas, charges e muitas outras coisas que espero que goste.

Blog: informativofolhetimcultural.blogspot.com
E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
o Blog agora tem até twitter: twitter.com/folhetimcultura ou @folhetimcultura

Espero por ti abraços!

Fábio Martins | Fotografia disse...

Muito bonito, este registo!

Sotnas disse...

Olá Paula, desejo que tudo permaneça bem contigo!
Desde que seja um atalho corretamente escolhido, pois geralmente atalhos sempre reservam desagradáveis surpresas, o que não foi este o seu caso, pois ainda presenciou o brilhante sorriso do sol.
E assim sempre será com os que bem fazem suas escolhas! Parabéns pelas postagens com belos e interessantes pensamentos e belas imagens que vê e sente. E deveras grato venho por cá devido as tuas sempre gentis e carinhosas visitas e comentários, e assim desejar a você e todos ao redor intensa felicidade em teu viver, abraços e até mais!

. intemporal . disse...

.

.

. assertivo ,,, ampla a verdade que assim se poetisa .

.

. basta um atalho . e de novo a vida inteira e o infinito . sob o céu onde vive uma estrela mayor .

.

. bom fim de semana .

.

. beijo meu .

.

.

myra disse...

lindo, lindo, lindoooooooooooo
beijosssssssssssssssss

Rui Pires disse...

Bela foto, por esses atalhos encontramos por vezes imagens que nos ficam na retina!

Rui

Drisph disse...

Olá, vim convidá-la a dar uma espiada em meu livro, O VOO DA ESTIRPE no site http://www.clubedeautores.com.br/book/47750--O_voo_da_estirpe
Um romance contemporâneo cheio de surpresas e emoções.
Aproveitando para divulgar os sorteios mensais de meus livros em meu blog entre os meus seguidores. Basta seguir. Dia 10/07, será o sorteio do livro O SEGREDO DE EVA http://www.clubedeautores.com.br/book/47135--O_segredo_de_Eva
um grande abraço, vamos em frente!
Adriana

Paulo Francisco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Francisco disse...

Paula, adorei sua observação. O texto da descrição do blog é um poema meu. Quando escrevi, sabia que seco não tem acento, mas na poesia resolvi colocar (o que chamamos de liberdade poética rs rs rs). Quando levei o texto para o cabeçalho, pensei: Será que alguém vai falar que a palavra está com a grafia errada? Demorou um ano pra alguém com coragem mandar tal recado.
Se eu gostava deste blog, agora vou gostar mais ainda.
O que você fez, eu faço em outros blogs, quando tem moderação no comentário, claro! - já salvei algumas palavras como houve sem o h, etc,etc.
Sim, se eu pegar um erro por aqui, te dou um toque e você, amiga, faço o mesmo lá no cores, principalmente nos meus textos.
Um beijo no seu coração.

Paulo Francisco disse...

Paseando pelo seu blog.