sexta-feira, 2 de setembro de 2011




Diga-me
Será preciso que eu me cale para  você voltar a falar?

Diga-me
Será preciso que eu feche meus olhos para que ele volte a brilhar?

Diga-me
Será preciso que eu me afaste para poder me aproximar?

Diga-me
Será preciso que eu mude meu jeito de ser para voltar a sorrir?

Diga-me
Onde estão teus sonhos para eu poder sonhar?

Diga-me
Onde está teu mundo de ilusão para eu voltar a criar?

19 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

Diga-me Onde está teu mundo de ilusão para eu voltar a criar?
Vou me ater nesse verso, parar e absorvê-lo profundamente para simplesmente dizer, vc foi sublime, amei demais da conta. Vou dizer na minha língua, a baiana, eita poema arretado, menina. Bjos 1000. eu voltar a criar?
Vou me ater nesse verso, parar e absorvê-lo profundamente para simplesmente dizer, vc foi sublime, amei demais da conta. Vou dizer na minha língua, a baiana, eita poema arretado, menina. Bjos 1000.

mfc disse...

Alma poética lindíssima!

Evanir disse...

Viva a vida com muito amor.
Mate saudades,enquanto é tempo.
Peça perdão ,mesmo que seja você o ofendido.
Recupere o tempo perdido ,procurando ser feliz nas coisas de Deus.
Faça um carinho,alegrando alguém que esta triste.
A todo instante,fale uma palavra especial para
quem necessita ouvir.
Com seu amor podera fazer mudanças em muitas vidas.
Creia você pode não mudar tudo nesse Mundo.
Mais poderá fezer no coração de muitos.
A morada de Deus.
Um Domingo na paz e na luz de Jesus.
Bjs no coração.
Evanir

Paulo Francisco disse...

Adorei estes questionamentos.

Onde está teu mundo de ilusão para eu voltar a criar?

Um beijo grande

Anônimo disse...

Não digo,não digo,não digo!
rsrsrs

Fernando Santos (Chana) disse...

Espectacular....
"O dia mais importante não é o dia em que conhecemos uma pessoa e sim quando ela passa a existir dentro de nós"
-- Anónimo

Cumprimentos

BlueShell disse...

Muito bonito, tem musicalidade, cadência...gostei mesmo!
BJ
BShell

Eurico disse...

Bom te encontrar nesses teus momentos, amiga.
Muito bom, mesmo.

Sônia Silvino disse...

Questionamentos que nos fazem refletir!!!
Beijos, querida!

Benno disse...

a gente precisa tanto de outra pessoa para ser? sera que somos assim tão sozinhos? para, fique bem claro, dois são mais do que um. Entretanto, esse tanto que dois são só é mais se cada uma das partes permanecerem o tanto que forem, pois o complemento, acrescenta, mantendo o havia antes da junção, de outra forma seria subtrair. então, diga-me, Será preciso que eu mude meu jeito de ser para voltar a sorrir? Pois se tiver que mudar meu jeito, eu terei mesmo é que chorar.
Beijos e desculpe a liberdade que tomei com um de seus versos, e obrigado por neles eu tanto me inspirar.

Anônimo disse...

que saudade...!

. intemporal . disse...

.

.

. na antí.tese da contradição .

.

. da mesma forma com que uma mão lava a outra .

.

.

. por linhas tortas se escreve o destino . desde sempre re.inscrito .

.

. um bom.domingo .

.

. um beijo meu .

.

.

O Profeta disse...

Nesta terra linda e verde
As pedras guardam mil e um segredos
Um arpão rasga o ar na procura do mal
Um traidor veste um fato de mil medos

As águas lavarão a lama do caminho
O vento alisara as pegadas na areia do Mar
O tempo ficará suspenso por um momento
Para eu…Orar, Caminhar, Amar…


Mágico beijo

BRANCAMAR disse...

É lindo teu poema Paula.
Você anda num grande momento de criação...e ainda bem para nosso deleite.

E onde anda você, que não te tenho sentido mexer por estes dias? Talvez a viajar? A fotografar? Para depois nos trazer momentos lindos e partilhar emoções como as deste texto?

Fica bem e tem boas viagens. :)

Beijinhos
Branca

Eurico disse...

Vim te desejar uma semana feliz e cheia de paz!

Abraçamigo e fraterno.

ONG ALERTA disse...

Dentro de cada coraçáo, beijo Lisette.

O Árabe disse...

Perguntas, amiga, que muitas vezes fazemos a nós mesmos. :) Boa semana!

myra disse...

MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
um enormissimo beijo

Francisco Coimbra disse...

O "ele" do segundo "Diga-me" é intrigante... Bjs