domingo, 16 de outubro de 2011





Quanto mais lindo você diz, mais linda fico. Ou penso ficar. Me sinto. É isso, me sinto linda. Busco encontrar cores e formas na minha natureza. Mergulho no meu mar em busca de mim mesma. Voo aos céus para ser a estrela que brilha em mim. É árduo este caminhar. É pedregoso o meu interior. É escorregadio. Me escondo e não me acho. Mas sigo nesta busca. E vou sendo o que posso ser.

25.09.11


(mesmo em meses diferentes avalio a mesma temática do post abaixo)

9 comentários:

mfc disse...

Este é um lindo poema em prosa!

Fábio Martins disse...

Que imagem magnífica. Adoro ver a "explosão" do mar contra a rocha

EDER RIBEIRO disse...

Li isso em algum livro, não me recordo do autor: "a onda qdo arrebenta, deixa de ser onda, porém permanecer mar". Seja mar e esparrama em ondas, mesmo que no seu caminho apareça a pedra mais dura. Bjos.

tossan® disse...

Que beleza, falo da foto e do escrito que só você Paula faz desse jeito simples, porém perpétuo. Beijo moça

Roberto Machado Alves disse...

Paula, essa água batendo nos arrecifes está linda. Gostei bastante.

Grande abraço

BlueShell disse...

Muito bonito e expressivo: o texto e , sim, a imagem também...
Bj

retrato... disse...

então não desistas dessa busca e dá côr ao que queres ser.

vale a pena o esforço para nos encontrarmos com nós própios.

O Sibarita disse...

Que bom você nesse astral todo, é isso ai... kkk

Sei, o coração mil... kkkk


O Sibarita

Maria Dias disse...

Quando vc ama tudo q o amado diz faz sentido e por isso, se sente linda e a foto tb está linda com a onda pega em plena explosão!Adorei!