domingo, 29 de janeiro de 2012



O dia acordando
Se espreguiçando lá no céu
Entre as nuvens
Sussuros de uma noite


Recife, 17.01.12

16 comentários:

Marly Bastos disse...

A noite nao querendo ir e o dia querendo chegar... Sempre há essa briga no ocaso e no amanhecer.
Beijokas doces e obrigada pela visita e comentário Paula.

EDER RIBEIRO disse...

Em qual dos dois vc se encaixa melhor, na luz do dia ou na luz da noite? Bjos.

myra disse...

belo, belo, belo!!!!!
um montao de bjs!!

Multiolhares disse...

e a nossa vida acorda sussurrando os acordes do Universo
bjs

BlueShell disse...

Belíssimo despertar!
Bj

Vilma Silva disse...

Belíssimo!!

bjs

http://cosmeticosbelezasaude.blogspot.com/

Compartilhando Sentidos disse...

Oi Paula. Lindo aqui!
Fiquei (seguindo)

Bom início de semana e eutimia

http://compartilhandosentidos.blogspot.com/

Luiz Caio disse...

Oi Paula,como vai?
continuo por aqui matando a saudade dos meus bons tempos de blog.Enquanto houver saudade eu vou ficando; sinto que me fez algum bem voltar aqui!

TENHA UMA LINDA SEMANA.

Beijosss

mfc disse...

Que lindo... e que lindas palavras!!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Lindas essas cores desse amanhecer, adoro!
Bjs

Fabrício Santiago disse...

lá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog O Árabe. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

querida amiga

As vezes
fico a pensar,
nas lembranças
que fazem
o nosso dia
valer a pena...


Que cada dia de tua vida,
seja um encontro ou reencontro
com a alegria.

AnaMar (pseudónimo) disse...

belo o amanhecer com marcas das noites em, que por vezes,pouco se dorme :-))

BRANCAMAR disse...

Linda fotografia Paulinha!

Saudades de ti e da tua arte.

Beijos
Branca

tulipa disse...

Olá
gosto muito dessa imagem.
Que amanhecer bonito!

Também já estive no Recife, mas não captei o dia acordando...

Agradeço a sua visita ao meu blog, apareça sempre que quiser, ficarei feliz.

Descubri alguém, que me deixou fascinada - LYA LUFT.
Passei os olhos na sua Biografia, em algumas das suas obras e em muitos dos seus escritos e, decidi que vou divulgar LYA LUFT nos próximos posts.
De tudo que li, escolho para começar a CANÇÃO DAS MULHERES.
Parece-me que é o que todas as mulheres querem dizer ao seu companheiro...
Convido-a a ver no meu novo blog:
Os meus pensamentos.

Beijos.
Boa semana.

O Sibarita disse...

E foi, é? Sussurros de uma noite, ah bom... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fia, você tá retada mesmo, escrevendo pouco e dizendo muito, aiiiaiaiaia... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

O Sibarita