quinta-feira, 3 de abril de 2008

Quanto mais sofrer, mais eu escrevo

Para o exílio que me mandaste

Fico mais próxima de mim

Na dor aprofundo olhares

Tateio uma saída

Sem querer encontrar

Neste encontro contigo que não tive

Vou me buscando

Por não te achar

Vou me encontrando

5 comentários:

Grace Olsson disse...

ai ai ai ai...esse meu final de semana vai ser assim...saudável mas cheio de saudades..
parbéns pelo post. Nao conhecia esse cantinho aqui.
virei mais vezes

Marcelo Martins disse...

Escrever pode auxiliar muito no "exorcismo" de alguma dor que ainda incomoda.
É imprimir em palavras o que devemos exprimir em sentimentos.
A minha escrita tem essa clara função também, e sempre terá...

Quero aqui agradecer o imenso carinho que você demonstra comigo e com meus textos.
A sua atenção e o seu cuidado ali me encantam, viu?
Grato mesmo por tudo. =)

Beijinhos pra você.

Betho Sides disse...

Você funciona por sofrimento???É melhor se achar logo.Beijos Paulinha...gostei deste seu canto. Bom final de semana.

sergio disse...

Não vejo como sofrimento, mas sim como sentimentos mais "apurados ou aguçados"..abraço e bj

Vida em Palavras disse...

Adorei a fras " para o exílio que me mandaste fico mais próxima de mim".
Lhe digo uma coisa, por pior que seja o exílio, coisa bom é estar com o nosso " eu" conhece-lo e amá-lo e a dor é mestre em nos ensinar tudo isso.
Adorei o Blog