quarta-feira, 16 de dezembro de 2009





O barco tem seguido lentamente


Num mar de calmaria

Ventos tranqüilos

O sol tem brilhado na medida certa

A lua e as estrelas companheiras da noite

Ao longe o farol

O farol pisca já faz dias

O nevoeiro dissipou-se

O barco segue a rota

Uma rota sinalizada pelo farol

Mas essa rota só é possível

Pelo leme e a bússola do próprio barco

E nesse ir ao encontro de....

O farol é quem se move e se aproxima

E ver a luz do barco

09.04.08

3 comentários:

paula barros disse...

Interior de Alagoas, atravessando de balsa.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Paulo Francisco disse...

Lindo este encontro. Tô adorando pssear por aqui.