quarta-feira, 16 de dezembro de 2009





Teu corpo é feito o mar
Um mar fácil de navegar
Pelo teu corpo
Sigo a rota
Onde a onda do prazer
É minha bússola
Os ventos da fantasia
Embalam meu barco
O teu farol
É o meu guia
Nas profundezas nos encontramos
Entre tantas vidas
Só a tua pulsa
Teu corpo é o meu mar
Onde mergulho
Me encontro
 
(antigo)

4 comentários:

paula barros disse...

Foto - Em Recife.

paula barros disse...

Essa foto foi batida há mais de um ano. Hoje sentei na varanda logo cedo e vi esse farol. Fazia tempo que não via ele, mesmo ele estando sempre lá.

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Francisco disse...

Este texto tem brisa.