segunda-feira, 9 de agosto de 2010

(pôr do sol, Atalaia Nova-Sergipe)


Às vezes é preciso apagar as estrelas,
 para que o sol continue a brilhar no céu.

No céu das dobras do infinito sentir.

No céu da alma.

 Imuminando sempre a lua dos nossos olhos.


(comentário que fiz no blog de Angela Warlet)




6 comentários:

PRECIOSA disse...

Concordo com seu texto poetico..
Devemos sempre ver a luz brilhar..
Abraços carinhoso

Osvaldo disse...

Paula;

Mas aí, se o Sol brilhasse todo o tempo, não tinhamos imagens lindas como essa de Atalaia Nova com o magnífico Pôr do Sol!!!.

bjs, Paula.
Osvaldo

Uelton Gomes disse...

Linda foto. Olha que bacana o sol deixa um caminho de luz na água.

Abraços

sonho disse...

Seja a lua...as estrelas...o sol...o importante é ter mos sempre algo que brilhe para nos...
Beijo d'anjo

Fernando Rozano disse...

oi Paula....teus textos sempre nos remetem para além das palavras escritas e isso é instigante. gostei muito daqui, da escrita, das fotos, de tudo. e obrigado pela visita ao meu espaço. sim, as fotos são minhas.) meu abraço.

Sonhadora disse...

Minha querida
Uma foto maravilhosa, para um poema de luz.
Adorei.

Beijinhos
Sonhadora