segunda-feira, 22 de novembro de 2010







Aqui estava no Alentejo- Portugal experimentando fotografrar através de portas, frestas..um olhar diferente para a mesma paisagem.

Talvez na vida se a gente experimentasse olhar as situações por vários ângulos. Nos afastar para nos aproximar. Nos afastar para ver e ouvir melhor. Sentir de longe para então avaliar alguns detalhes....talvez, não sei, a gente conseguisse resolver melhor algumas questões, de maneiras mais criativas e inusitadas...não sei, talvez.....

9 comentários:

José Gonçalves disse...

Olá Paula Barros,

Estou em dúvida.

Será Marvão ou Monsaraz?

Estará o Alqueva à distância de um breve olhar, ou estará para lá das planícies infindáveis onde nosso olhar se perde.

De qualquer forma, neste Alentejo imenso, de longas planicíes e sob um calor tórrido, podemos descansar à sombra de um chaparro e ouvir o silêncio da Natureza com o chilrear de um ou outro pássaro a determinar a sinfonia dos nossos pensamentos.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves

Antonio Carlos disse...

Que imagens bonitas, belo lugar. Olhar através de espaços quase fechados, pode passar a sensação de saída, mas uma saída clara sem interrupções, como voce mesma disse.
Abraços

Tatiana disse...

Quem sabe Paula... Vou tentar olhar por novos ângulos... Creio que posso me surpreender!
Deixo um beijo carinhoso para você!

Cristina Fernandes disse...

O Alentejo único e deslumbrante. Reconheço estes espaços mas não consigo precisar, será Marvão?
Beijinho,
Chris

Jorge disse...

http://ladocego.blogspot.com/

Jorge disse...

Claro Paula, tem toda a razão... :)

"Talvez na vida se a gente experimentasse olhar as situações por vários ângulos." o melhor angulo é aquele que o coração escolhe.. :)
bjs

Jorge disse...

Claro Paula, tem toda a razão... :)

"Talvez na vida se a gente experimentasse olhar as situações por vários ângulos." o melhor angulo é aquele que o coração escolhe.. :)
bjs

BRANCAMAR disse...

Muito lindo Paula, fotos e texto.
É bem verdade, se conseguissemos olhar por diferentes frestar e nos distanciar, talvez o mundo fosse o paraíso, tal como são estas paisagens.

Beijo de carinho.
Branca

Tiago Batista disse...

Monsaraz é simplesmente magico,agora no Natal, há um presépio gigante pelas ruas!
Mais uma vez obrigado pela visita =)