sábado, 12 de março de 2011

Pelas ruas de Évora - Portugal.





Quanto mais andamos, vivemos, conhecemos pessoas, mais saudades sentimos.

9 comentários:

Multiolhares disse...

a lista cada vez fica maior as saudades tendem a aumentar
bjs

epee disse...

E não seria esse, também, um significado de existir de uma vida? Andar, viver, conhecer e sentir... saudade? Claro que sim!!

Imagine seu oposto...

A saudade é a proximidade com aquilo que vivemos e que nos foi bom, agradável, gostoso... e felicidade, na outra margem, a admirá-la e a nos garantir de quanto é bom... sentir saudade!

¬
Bom domingo.

Evanir disse...

Querida amiga curtas palavras formando uma frase que diz toda verdade .
Saudades ..
Um lindo Domingo beijos no coração,Evanir..
http://aviagem1.blogspot.com/

Fábio Martins | Fotografia disse...

Existem aí ruas com nomes muito apelativos. Bons detalhes ;)

mfc disse...

A História ao dobrar da esquina,,,!

Lídia Borges disse...

Cada lugar uma estória. Cada estória um pouco da nossa identidade, da nossa memória colectiva da nossa Saudade.

Muito interessante, este olhar atento sobre as coisas que passam por si.

Um beijo

mARa disse...

Évora cidade dos Poetas, lá vive um Poeta que me fascina, Antonio Almas do Magia da NOite. Terra de Florbela Espanca.

Tens razãom quanto mais pessoas conhecemos mais saudades sentimos...

queria ter escrito isso. LIndo!

Obrigada!

Mário Liz disse...

imagens congeladas pelo 'clique' e aquecidas naquilo que há de melhor em nós ...

BRANCAMAR disse...

Ricas imagens da toponímia portuguesa.
Adorei este teu modo de olhar...

Beijos