terça-feira, 20 de dezembro de 2011


Diante da tua dor
Não sou nada
Nem gente
Nem anjo

4 comentários:

mfc disse...

Mas as nossas dores... continuam a ser as nossas dores!
Não se comparam dores!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonita postagem Paula! Gostei muito.

Vieira Calado disse...

Gostosamente

agradeço os seus amáveis votos!

Bem Haja!

BRANCAMAR disse...

Pois não Paula.
É tão verdade!

Beijos