domingo, 1 de janeiro de 2012

No Natal comprei pirulitos coloridos e levei para a casa da minha mãe. Na passagem do ano, minha irmã comprou pirulitos coloridos e trouxe para o meu apartamento. Descobri no dia 31.12.2011 que não eram pirulitos coloridos, eram pedaços de arco-íris....leiam o texto de Élcio, logo abaixo, se deliciem e sonhem.





Texto de Élcio - blog Verseiro (clique aqui e confira a magia do blog dele)

Sonhos de Ano Novo
(Na verdade...um sonho para todos os dias)

Primeiro transformaria todas as nuvens em algodão doce
Cortaria os arco-íris em forma de pirulito e distribuiria para todas as crianças carentes no mundo
Trocaria o céu pelo mar e convidaria todas para que fossemos nadar ao lado das estrelas
Aí se resolvêssemos pescar neste mar de estrelas, ao invés de peixes apanharíamos em nossas redes, luas, planetas e meteoros incandescentes
Sendo assim, a chuva seria um tanto salgada, é verdade...
Em compensação, nas tempestades, ao invés de granizos, choveriam cardumes de peixes e todos iriam se alimentar
Seria o milagre dos peixes materializando-se novamente
Depois guardaria as folhas soltas do outono e delas tiraria o verde para dar àqueles que perderam a esperança
Pegaria o sol, colocaria embaixo do braço e levaria para os que conhecem apenas a noite, o frio e a falta do calor humano
Bateria os braços e voaria como as gaivotas para poder visitar hospitais, orfanatos e asilos levando meu carinho
Teria sempre no bolso uma porta mágica, para que eu pudesse entrar no coração dos que tem tristeza e assim deixar um pedacinho do meu amor fraterno
Plantaria um pé de feijão que me levasse aos céus e de lá pularia para poder abraçar o vento e trazer dele a boa nova a todos que necessitassem
Então quando eu acordasse deste sonho, leria nas manchetes do jornal: Extra! Extra!
Acabou a fome no mundo e não existem mais pessoas tristes e carentes na face da terra...
Milagre! Milagre...milagre...
Ah...se eu pudesse transformar os sonhos em realidade
Ser alimento e não somente brisa...
Ser mais coração e menos razão
Ah...que bom seria se eu pudesse ser um super-herói
E não apenas um ser humano...
Ah...se eu pudesse...

6 comentários:

O Profeta disse...

Nunca acaba o amor impossível
Dura uma eternidade
Reverbera em todas as constelações
E viaja num barco com asas de nome saudade

Nunca acaba a chegada de uma nova onda
O vento volta sempre a este lugar
Uma vela bruxuleia iluminando o caminho da fé
Um coração soletra baixinho o verbo amar

Que sejam de luz para TI todos os dias de 2012

Abraço

rouxinol de Bernardim disse...

Há coisas que duram uma eternidade!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso Paula! Um lindo, lindo, lindo texto!
Parabéns a vc pela partilha e ao Élcio por escrever!

Um feliz 2012.

Evanir disse...

Agradeço o carinho e cordialidade
que recebi nessa passagem de Ano.
Todas as palavras não
expressa meu carinho e gratidão.
Obrigada por tanta sensibilidade de coração
muito feliz venho agradecer.
Uma linda semana a primeira de 2012.
Beijos carinhos.
Evanir.

O Sibarita disse...

Porreta! Ah se eu podesse... kkkk

Faça fé! Ser coração e menos razão eis o segredo da felicidade!

Eita Fia... KKK

O Sibarita

mfc disse...

Que beleza de texto!